segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Comentários acerca do show de Rafinha Bastos do dia 21 de Agosto de 2011!

Pois é amigos leitores, Rafinha Bastos se apresentou aqui no Recife, e como não poderia deixar de ser, o Pretoboy viciado em humor estava lá. Bom vamos a uma pequena "crônica".
Rafinha veio desta vez com o espetáculo Péssima Influência, tendo o mesmo sido aberto por Murilo Gun, que na minha opinião foi um show a parte.
Quanto ao Rafinha, já o vi melhor. Tinham sim as boas piadas, as graças. Tinham também os idiotas de plantao na platéia, idiotas que mesmo sendo pedido que não gravem o espetáculo o idiota puxa a camera digital e começa a gravar.
O que isso tem haver com o show? Muita coisa. Isso indica o público que estava lá. O público presente não era de fãs de humor, que vão para ver humor de qualidade, eram pessoas que vão porque tá na moda e ele é famoso, tá no CQC e na LIGA. ¬¬"
Com piadas muitas vezes com pouquíssima graça e algumas apelativas para fazer graça, um público em grande maioria ignorante, a parte de Stand Up de Rafinha foi bastante morna.
Ponto positivo do show foi ao final ter aberto para platéia fazer perguntas.
Ponto negativo, muitas piadas sem graça e algumas deveras apelativas, quando não tinha necessidade para tanto.
No fim das contas na minha humilde opinião ficou com uma nota 6,5. Por mim tá na recuperação. Boto na recuperação porque não sei se o show foi estragado em parte pelo público ignorante. Nunca vi tanto um camarada rir com uma piada que terminava com "pau no cu". e ficar repetindo SÓ essa parte com se isso fosse o engraçado da piada. ¬¬'
Realmente metade do tesão morre quando o público é vazio, até desistimula o artista.
Dessa forma, o espetáculo do DOMINGO que foi o dia que fui, foi 6,5, mas pode ser que o espetáculo com outro público seja melhor.

Aqui é Elrond Bruno madando recado:  Se você quer ir para algo só porque o artista é famoso ou porque é moda, nem gaste seu dinheiro para ir, pois dar esse ingresso a você é como dar puro malte para um cachorro!
Postar um comentário