sábado, 11 de junho de 2011

HairNor 2011... e um Pretoboy estava lá.


Eu fui na HairNor 2011.

... Tá, pode rir... MA-MAS TAMBÉM NUM RI TÃO ALTO,  NÉ? Ô ANIMAL! ¬¬

Enfim, quando fui fazer minha credencial p/entrar no evento (sim, tem credencial. até numero de cpf eu tive de fornecer) e a moça perguntou "empresa?" eu, prontamente respondi "arrastado pela namorada", balela, ela não me arrastou. fez pior, muito pior  meu caro legionário ... me convenceu de que seria uma boa.
E lá estava eu, COMPLETAMENTE fora do meu elemento, fazendo umas de cameraman p/minha garota e pensando "o que DIABOS eu estou fazendo aqui?" mas serviu a titulo de experiência  antropológica, coloquei meu poder errante de observação p/funcionar e consegui muito xp.

Vamo lá, então:

Ponto Numero 01: Devo admitir, a organização da parada é de primeira. tudo organizado, tudo limpo, tudo bacana, p/quem só tinha ido para congressos pela faculdade, ou eventos de cultura pop japonesa, o pessoal da HairNor tá de parabéns, um banho de profissionalismo.

Ponto Numero 02: O evento é praticamente uma micareta feminina... Nem em LIQUIDAÇÃO DE SHOPPING eu cheguei a ver tantas mulheres com ar de piradas correndo tanto. Destaque para as senhoras de idade avançada se esguelando e se acotovelando por um sachê de sei lá que produto.

Ponto Numero 03: Nenhum lugar no estado de direito, pela força de James Brown, o Grande, permite as mulheres o seu melhor e mais praticado esporte: Se mostrar para as outras. Te juro, incauto legionário, com os estandes oferecendo corte de cabelo e tratamento (bem como "milagres") DE GRATIS, era um tal de "MININA! OLHA SÓ O QUE EU FIZ NO MEU CABELO!" e a outra "MEODEUS, TÔ PASSADA! VOCÊ TÁ ABAFANDO, MINHA FILHA!!!"... Massagem no ego a custo zero, good for business! ^^

Ponto Numero 04: P/dar uma animada no ambiente os estandes chamaram Djs p/soltar o som... o curioso? SÓ ROLOU ELETRO!!! num rolou UMA SUINGUEIRA P/REMÉDIO! quem foi que disse que esse povo num tinha bom gosto musical? A bronca é que TODOS os estandes tinham Djs... E como chamar a atenção é a alma do negocio, tava o som nas alturas... Jurava que a Dircon ia bater lá mandando recolher as paradas de som.

Ponto Numero 05: Definitivamente mulheres não sabem gastar, não tô falando de esbanjar não, tô falando de NÃO saber mesmo... Xôexplicar: Normal você comprar alguma coisa em evento desse, o ambiente é tão propicio que você fica tomado por um impulso foda de comprar algo... Procurei um barbeador  elétrico, encontrei um bacana e barato (depois de uma breve pesquisa) e fui para a fila... A fila tava GRANDEBAGARAI, mas munido de um mp4 eu encaro até missa! Pois bem, antes de mim vinha uma moça já com o CC (cartão de crédito) já na mão (falarei mais sobre o CC num ponto mas adiante). Como a tela do caixa tava virada, eu pude ver quanto ela pretendia colocar no cartão, que era a bagatela incalculável de R$ 3,67.
... parô, parô, parô!!! É O QUÊ??? Eu, em desespero, olhei para a MÃO da criatura e ví um pacote de elásticos para cabelo, só isso.  Foi quando a minha ficha caiu: ela pretendia colocar pouco mais de TRÊS CONTO NO CARTÃO DE CRÉDITO!!! a moça no caixa advertiu que quantias abaixo dos 10 contos eles não aceitavam no cartão. é, e o bom-senso também num aceitaria, James Brown também não aceitaria, EU NÃO ACEITARIA.

Ponto Numero 06: Tomei 7 cotoveladas durante as 4 horas que passei lá dentro. As mulheres diante desse tipo de evento voltam para características mais instintivas da característica humana, tipo no tempo das cavernas, ou nos vale-tudo da vida aí nas paradas. É o bom e velho "cada um por si" só que elevado a potências ainda desconhecidas pelo homem... Entrar numa bola divida no futebol dominical num é NADA comparado a tentar apanhar um sachê de uma empresa de cosméticos em uma feira... E eu nem tava indo pegar, eu só tava passando por perto do estande.

Ponto Numero 07: O popular FANIQUITO de comprar das mulheres ganha contornos bem realísticos nesse tipo de evento. O corre corre para comprar é sem igual, tipo bolsa de valores em queda: todo mundo louco. By the way, ví poucas mulheres pagando em dinheiro vivo, era só o CC comendo no centro. Convenhamos que certas cestas estavam sempre com NO MÍNIMO R$ 500 em produtos, então, dinheiro de plástico neles!
O que por acaso também me fez pensar em quem mais adora esse tipo de evento: as empresas de cartão de crédito. ^^

Ponto Numero 08: Eu não era o único homem por lá. Quer dizer, estou excluindo os homens que trabalham no ramo, esses TINHAM de estar lá.  Falo daqueles de andar marejado, rosto desanimado, bolsos semi-vazios e olhar fixo no relógio. Aqueles que, sim,  poderiam ter escrito na credencial "arrastado pela namorada/esposa", eles não eram poucos e sempre carregavam as sacolas enormes que eram distribuídas na entrada do evento, um verdadeiro ALVARÁ de "pode estourar seu cartão de crédito, amiga!"

Ponto Numero 09: A estrutura do evento fornecia até uma área para alimentação, que era a área mais calma, tranquila e vazia da feira toda. Munida de um cartão de crédito e diante de uma feira de cosméticos, coisas como ir ao sanitário para aliviar ou se alimentar e hidratar o corpo são coisas irrelevantes. Nota para o PUXÃO pelo braço de um pobre marido, que simplesmente sem tempo para se alimentar, tenta enganar a fome com uma barrinha de cereal. Barra de cereal, essa salvadora! ^^

Ponto Numero 10: No ultimo ponto, volto a ressaltar que, em um evento como esse torna-se impossível resistir ao impulso de gastar em alguma coisa, como já tinha dito no ponto 05, comprei um barbeador elétrico, coisa fina e bacanão por um preço razoável... Não que a palavra "razão" tenha permissão p/entrar nesse tipo de evento, mas enfim... Eu pensei: "ora, passei a tarde toda andando p/lá e p/cá, esperei em filas que se começa a contar por CENTO de pessoas... e num vou levar NADA p/mim?" e aí já viu né? mas depois que eu cheguei em casa, com os pés doloridos e os braços cansados, e de rir a valer com as cenas que acabei de lhes relatar, cheguei a conclusão de que sim, foi uma boa ter ido.

"ai, que bom meu amor! e aí? vamos no ano que vem?"
...
NO WAY, DUDE!!! ^^

Eu sou Gustavo Radar, e se vc esta lendo isso, vc É um Pretoboy. ^^


Gustavo Radar acredita que pode vir a ser arrastado pela sua namorada para a HairNor 2012... E já está juntando uma grana para comprar um taco de baseball de alumínio. ^^
Postar um comentário